Torta trufada de chocolate com frutas vermelhas

11138647_945865948790852_354798407405749873_nE aproveitando os 10 anos de aniversário de casamento (sim, 10!!!), resolví fazer uma torta que é sucesso, sempre.

E já que aqui no Chile a gente consegue encontrar toda a variedade de frutos vermelhos, não pensei duas vezes nela, a famosa torta de chocolate com frutos vermelhos.

Ingredientes:

Massa:

200 g de biscoito amanteigado de chocolate
3 cls de manteiga sem sal derretida
1 cl de água fria

Recheio:

200 g de chocolate ao leite
200 g de chocolate meio-amargo (usei um 60% de cacau)
1 caixinha de creme de leite (usei light, mas não vai fazer a mínima diferença rsss)
2 cls de licor de sua preferência (desta vez usei vodka Absolut Berries)
30 gramas de manteiga sem sal, derretida,
1/2 caixa de morangos lavados.

Cobertura:
Morangos, frambuesas, mirtilos, groselhas
2cls de sopa de geléia de qualquer fruta vermelha

Modus Operandi
Triture os biscoitos em uma processadora ou liquidificador (na processadora fica mais fácil retirar depois), adicione a manteiga e a água até formar uma ‘farofa’ úmida. Forre o fundo e as laterais de uma forma desmontável de 20cm de diâmetro e leve ao forno pré aquecido por 10 minutos. Retire e reserve.

Para o recheio… Derreta todos os ingredientes do recheio (exceto os morangos) em banho maria, mexendo de vez em quando até homogeneizar (também pode usar o microondas, mas eu prefiro o banho para garantir que o chocolate não queime). Deixe esfriar e reserve.
Quando tudo estiver frio, adicione a metade do chocolate e espalhe. coloque cuidadosamente os morangos na forma e em seguida cubra com o restante do chocolate. Leve à geladeira por cerca de duas horas ou mais e, perto da hora de servir, derreta as duas colheres de geléia, espalhe sobre a torta (que deverá estar firme), e decore com as frutas.
Cuidado… é muito adictivo!
=D
Anúncios

Cozinhando…. Tomaticán

TomaticánSempre que estou em um país novo, nova cultura, faço questão de provar o máximo de pratos típicos quanto seja possível, dentro dos meus limites, obvio. Tipo, nunca, jamais, em hipótese alguma vou comer gafanhoto, besouro, barata se for a Ásia assim como não como os mariscos esquisitos (e deliciosos, dizem) daqui do Chile.

E depois de quase dois anos por aqui, já consegui experimentar quase tudo e eleger meus favoritos. Este aqui, o Tomaticán, é um clássico chileno, leve e muito fácil de  fazer . É como um guiso, feito com cebola, tomte, carne e milho verde.

Normalmente se usa carne picada, mas como eu tinha um restinho de carne moída na geladeira, foi ela mesma.

Você vai precisar de:

Ingredientes
2 cebolas picadinhas
250 g de carne cortada em tirinhas
2 xícaras de milho verde
4 tomates
Sal, pimenta do reino, orégano

Aqueça num frigideira, um pouco de azeite e doure a carne. Acrescente a cebola e deixe cozinhar.
Assim que ficar molinha, quase transparente, acrescente o tomate, os temperos e tampe a frigideira em fogo baixo, deixando o tomate cozinhar até amolecer (mais ou menos 10 minutos).

Acrescente o milho, deixe amolecer um pouco (com a panela tampada, para não perder o caldo) e, voilá!

Ah sim, existe a versão vegetariana, sem carne!

Sirva em prato fundo, com torradinhas!

 

=)

Feliz aniversário para minha princesa (E para o Chile!)

IMG_8535Dia 16 minha filhota fez aniversário. 8 anos. OITO!

Como o tempo tá passando mais e mais rápido, assusta.

Depois de seu aníver ano passado em que praticamente não fizemos nada (sim, teve a neve e teve a ida ao shopping e o bolinho em casa, mas não foi nada muito grandioso), este ano resolvemos fazer uma festinha para ela. Só que… Como a semana do dia 18 é feriado por aqui, de novo, tivemos que adaptar nossos planos.

Antecipamos a festinha do Chucky E. Cheese para o dia 11, quinta (porque dia 12 era o baile da escola, affe!) e resolvemos atender a um desejo antigo dela: uma festa surpresa, em casa, no dia 16 mesmo.

Para quem não conhee CC, é um paraíso para as crianças: espaço fechado, mil e um brinquedos eletrônicos daqueles que você ganha tickets para trocar por brindesss, refill de refrigerante e pizza e cachorro quente para comer. Paraiso infantil e adolescente! E de alguns adultos também rssss

IMG_8530Saímos do colégio, caravana de mamães, e fomos para o Chucky. Muito legal: cada criança ganha um copinho com fichas, uma pulserinha de ID e seu copo de bebida refill. Brincam por cerca de 1 1/2 hora (acreditem, não é pouco tempo), enquanto as garconetes arrumam a mesa com fatis de pizza, o bolo e mais bebida.

Chega o ratón, canta-se parabéns e é uma algazarra!!! A aniversariante ganha uma guitarra, coroa, medalha e dá-lhe de brincadeira! Depois dos parabéns, vem a tradicional piñata (recheada de mais tickets) e a criançada volta pra brincar. Depois de 3 horas, mais ou menos, já estão todos de barriguinha cheia, felizes e cansados! Aí vem a parte chata… trocar os zilhões de tickets pelos brindes. Aqueles brindes tosquitos de sempre, mas que as crianças AMAM.

Fomos felizes para casa e, depois de tudo isso ainda escutei minha princesa dizendo que eu sou a maior mãe do mundo!!! ❤

Dia 12, sexta, foi o Baile no colégio da Ciça e, este ano, sua turma bailou “Cielo, cielito”. É sempre muito legal e emocionante ver como os Chilenos têm orgulho de suas tradições, os adolescentes e as crianças dançam suas danças típicas felizes, sorridentes, sem achar que estejam pagando mico. Dançam com orgulho do que fazem Muito legal.

Bom dia 16, terça feira, semana de férias escolares, resolvemos atender seu desejo e partimos para um grande plano para fazer uma festa do pijama surpresa. Conversei com algumas mães de amiguinhas dela, que não haviam viajado, que por sua parte conversaram com suas filhas e armamos tudo. ímos almocar onde ela quisesse, com quem quisesse e à noite, enquanto eu preparava um lanche bem legal para ela , Amore chegaria mais cedo to trabalho, e a levaria para comprar seu presente de aniversário e, nesse meio tempo, chegavam as meninas, arrumávamos a mesa e era só esperar ela chegar.

Aproveitei que o dia tava beeeem friozinho, fiz brigadeiro, comprei mini sanduíches, fiz uma receita de bolo dividida em 12 cupcakes e um mini bolo e assei pão de queijo. Tudo que as crianças curtem. Comprei no mercado todos os enfeites de Frozen, óbvio, e foi uma festa arrumar a casa com suas amigas, enquanto ela e o pai estavam fora!

IMG_8667 IMG_8668 IMG_8670

Foi uma delícia. Ela não imaginava nada, mesmo. As crianças se esconderam atrás da mesa e, quando ela chegou, pulamos todos, em surpresa, cantamo parabéns e, a carinha de emoção da Ciça, seus pulinhos de alegria, gritinhos e palmas, estão para sempre na minha cabeça. SEMPRE.

IMG_8671

Esta semana é a Semana da Chilenidad e, daqui a pouco tem mais post!

=)

Aniversário e viagem ao Norte…

Recém chegando do Brasil, aniversário à vista e, desejo antigo, fazer uma viagem surpresa por aqui, para conhecer um pouco mais deste país tão rico e cheio de paisagens lindas para explorar.

Dessa vez, o destino era surpresa. Amore só me disse para arrumar as malas, a temperatura média de onde estaríamos e… SURPRESA!  =)

Chegamos no aeroporto e, nosso destino era La Serena, ao norte do Chile, na região conhecida pelo Valle del Elqui. O Vale, é o centro da produção de Papayas (aquela fruta esquisita, que parece um maracujá, mas não é), nozes pecã, uvas para Pisco e, sediar alguns dos observatórios comerciais mais legais do Chile. Ah, sim, também é o berço da poetisa Gabriela Mistral, e vários sítios arqueológicos.

IMG_7865

  IMG_7849

Seguimos direto para Vicuña, fazer reserva no observatório e conhecer um pouco da cultura da região. Em Vicuña há uma série de restaurantes solares, em que não há forno ou fogão. Tudo é preparado dentro de containers com painéis solares. Sim, tudo é feito ao sol. Pães, arroz, assados, sobremesa, tudo ao sol. O cardápio do restaurante que fomos era fixo e a gente podia escolher entre cabrito, salmão, frango ou perú; purê de batatas ou arroz e salada ou sopa. De sobremesa, compota de papaya ou leche asada.

IMG_7846A Cidade de Vicuña parece um vilarejo saido de um filme antigo mexicano: Ruas estreitas com casinhas de um pavimento, quadradinhas e sem telhado aparente, praçinhas, três museus (!!!), cafés, feirinhas de artesanato – uma graçinha! A municipalidade e a igreja ficam no centro da cidade e, ostentam os pontos mais altos da mesma: A torre Bauer (símbolo da cidade, construida em 1905 pelo então prefeito, em homenagem à sua ancestralidade alemã, é toda de madeira!) e a torre da igreja. A cidade também é toda decorada com motivos rúnicos e os moradores têm muito orgulho de seu sítio arqueológico, com construções maias e muita pintura ruprestre – mas isso vai ficar para um próximo passeio, se Deus quiser, no verão!

Vicuña também é conhecida como Capital de las Estrellas, por seu céu sempre limpo de poluição e poucas chuvas, facilitando o avistamento dos corpos celestes. São 12 observatórios só no vale, com programação extensa, 356 dias ao ano, para todos os gostos, objetivos e bolsos – a chamada Ruta de las Estrellas .

Escolhemos o Observatório Turistico Mamalluca, o mais perto da cidade e com melhor custo x benefício.

IMG_7885

IMG_7901 IMG_7902 IMG_7906

Tivemos uma aula básica de astronomia, um vídeo sobre a formação das galáxias e finalmente, a observação de estrelas. Super legal, os visitantes são divididos em grupos e, cada grupinho vai para um mega-power telescópio. Como escolhemo uma noite de lua cheia, não rolou de vermos a via láctea, distintos planetas ou constelações, ma vimos a Lua, beeem de pertinho, linda de viver, com suas crateras e brilho maravilhoso. Experiência incrível. Ficamos cerca de 2h nos telescópios, depois assistimos a uma apresentação de um grupo musical e, as 22h, rumamos para La Serena, capital da IV região do Chile.

Tiramos o dia de sábado para explorar La Serena e sua cidade gêmea, Coquimbo (aliás, e quase impossível dizer onde termina uma e começa a outra). Cidade praiana, linda, com cara de Califórnia (areia escura, marolas, muitos restaurantezinhos de sandubas, sucos e empanadas no calçadão da praia e restaurantes transados e vida noturna no outro lado). Seguimos pela Avenida Del Mar até de um ponto ao outro.

IMG_8021 IMG_7957 IMG_7918

Chegando em Coquimbo, temos a maior mesquita da América do Sul, um mercado central de botar inveja no de Santiago, a Cruz del III Milenio (uma basilica em formato de cruz, com 93m de altura, com zilhões de degraus e muitas esculturas lindas), o Forte de Coquimbo e el Faro del Torruga. O Forte, uma das minhas construções favoritas no Chile.

IMG_7915 IMG_7916 IMG_7949

O Fuerte Lambert, datado de 1865:

IMG_7923 IMG_7935 IMG_7926 IMG_7922 IMG_7930 IMG_7931

 

Saindo do forte, fomos de volta a Cidade, comer, fazer compras e se preparar para o tour do dia seguinte.

Resolvemos então, ir para o outro lado de La Serena, em direção ao Norte, visitamos o Farol de La Serena, alguns Parques (com feirinha de comidas e programação extensa e gratuita para o dia das crianças) e o Jardim Japonês. Depois demos uma volta pelo centro da cidade, conhecendo a arquitetura local, visitando  feira de artesanato e depois, voltamos a Coquimbo, para uma ultima visita ao Faro de la Tortuga.

 

IMG_7999 IMG_8052 IMG_8049 IMG_8046 IMG_8015  IMG_7990 IMG_8054 IMG_8061

Resumo da ópera, foi um fim de semana maravilhoso e, é um lugar para se passar no mínimo 4 dias inteiros. Dois no Valle e dois nas cidades irmãs, com tempo para visitar o Cassino de Coquimbo.

A LAN e a Sky tem voos diarios para lá, e o vôo dura entre 40 e 50minutos, ou seja, super tranquilos!

Então.. foi isso! Feliz aniversário para mim!!!

=D

Férias em casa…

q

Divos dormindo

Depois de um mês super complicado (com visitas e Copa do Mundo ao mesmo tempo) finalmente a Ciça entrou de férias e fomos para o Brasil. Os destinos: Rio, Fortaleza e Brasília.

Dias de relaxo, de rever amigos, de abraçar e beijar familiares, de matar as saudades…

Primeiro destino, Rio. Chegamos no domingo 13/07, final da Copa entre Alemanha e Argentina. Pegamos um vôo as 6:45 da manhã, lotado de hermanos mal-educados, fanfarrões, chatos para cacete. Chegamos, fomos direto pra casa de mommys, assitir Die Weltmeister conquistar sua 4a estrela – mais que merecida, diga-se de passagem.

Foram apenas quatro dias, mas super intensos, encontramos amigos de longa data e, provamos que algumas amizades são sim, para se guardar para sempre. Amizades sem cobranças, sem chiliques, sem aquela sensação de fazer muito tempo desde que nos vimos pela última vez.

Em seguida, fomos para Fortaleza, matar as saudades da terrinha de marido… Dias de (muito) sol, praia, comida e muito agito. Mamãe e marido se juntaram a gente e, foi uma delícia! Mais uma vez, encontramos alguns amigos queridos, fofocamos, rimos, e, “lo pasamos súper”!

IMG_7451

IMG_7409IMG_7395 IMG_7387

Vidinha “marromenos”, viu…

 

 

 

Depois de uma semana em Fortaleza, e fomos para o Planalto Central… Engraçado, mas eu sentia muito mais falta de Brasília que do Rio, ou de Fortaleza. Saudades, não naquele sentido dolorido, triste, mas uma nostalgia gostosa, de ter a certeza de um dia voltar pra lá.

Também foram quatro dias super intenso (azamigas que o digam), mas muito maravilhosos!!!

Logo de cara, uma festa mexicana à base de drinques coloridos e uma decoração profissa e linda. Depois almoço na casa de amiga,  reuniãozinha na casa de outra, dia de festa com churrasco e mais amigos, festinha e almoço no domingo, em um de meus restaurantes favoritos de todo o mundo. Haja fôlego e, calorias para queimar.  😉

IMG_7554

IMG_7564

IMG_7568IMG_7585

 

 

 

Amigos queridos, para os quais o tempo não passa, não afeta a amizade, não deixa a distância abala-la.

De volta ao Rio, desta vez por mais uma semana… Amore regressou ao Chile e aproveitei os dias para curtir família, abraçar e beijar tio, tia, tio-avós, mais amigos e até uma reunião de 10 anos de faculdade. Descansar é para os fracos!!!

Nem posso dizer que tudo o que é bom dura pouco, pois essas loongas férias foram MUITO disfrutadas e, eu já estava com saudades de casa.

Chegamos em casa no domingo de noitinha, LAN extraviou uma mala, a devolveu intacta na segunda à noite e hoje, nevou!

Posso descansar agora?

¿=

Hoje foi dia de RISOTTOOOOO!!!

ImageFriozinho, aspargos fresquinhos (mais uma coisa deliciosa do Chile, sempre tem aspargos fresquinhos no mercado. Tanto do branquinho quanto do verde), um pedaço de queijo de cabra “dando mole” na geladeira e… Vamos fazer um risotto?

Risotto de aspargos, queijo de cabra e amêndoas

Para duas pessoas usei:

Duas xícaras de arroz carnaroli
Meio maço de aspargos verdes (cerca de 6 talos inteiros, picados)
150g de queijo de cabra 
1/2 taça de vinho branco
1,5l de caldo de legumes (usei dois cubinhos para 1l de água)
Cebola picadinha à gosto
2 colheres de manteiga
Um punhado de amêndoas laminadas

O modus operandi é o de sempre… 

Enquanto fervia a água para dissolver os cubinhos de caldo de legumes, esquentei a cebola na manteiga até ficar transparente e fritei o arroz carnaroli. Cubri o arroz com o vinho branco e deixei absorver por completo.

Em fogo baixo, aos poucos foi adicionando o caldo, até que cobrisse o arroz e repeti até o arroz começar a soltar amido. Neste ponto adicionei os aspargos e a metade do queijo, cortado em cubinhos.

Mais caldo, até o que o arroz ficasse al dente, adicionei a manteiga, o resto do queijo e dei aquela mexida, para incorporar tudo.

Na hora de servir, adicionei umas amendoas fatiadas que estavam dando sopa e, voilá, ficou bom demais!!!

 

=D