Aniversário e viagem ao Norte…

Recém chegando do Brasil, aniversário à vista e, desejo antigo, fazer uma viagem surpresa por aqui, para conhecer um pouco mais deste país tão rico e cheio de paisagens lindas para explorar.

Dessa vez, o destino era surpresa. Amore só me disse para arrumar as malas, a temperatura média de onde estaríamos e… SURPRESA!  =)

Chegamos no aeroporto e, nosso destino era La Serena, ao norte do Chile, na região conhecida pelo Valle del Elqui. O Vale, é o centro da produção de Papayas (aquela fruta esquisita, que parece um maracujá, mas não é), nozes pecã, uvas para Pisco e, sediar alguns dos observatórios comerciais mais legais do Chile. Ah, sim, também é o berço da poetisa Gabriela Mistral, e vários sítios arqueológicos.

IMG_7865

  IMG_7849

Seguimos direto para Vicuña, fazer reserva no observatório e conhecer um pouco da cultura da região. Em Vicuña há uma série de restaurantes solares, em que não há forno ou fogão. Tudo é preparado dentro de containers com painéis solares. Sim, tudo é feito ao sol. Pães, arroz, assados, sobremesa, tudo ao sol. O cardápio do restaurante que fomos era fixo e a gente podia escolher entre cabrito, salmão, frango ou perú; purê de batatas ou arroz e salada ou sopa. De sobremesa, compota de papaya ou leche asada.

IMG_7846A Cidade de Vicuña parece um vilarejo saido de um filme antigo mexicano: Ruas estreitas com casinhas de um pavimento, quadradinhas e sem telhado aparente, praçinhas, três museus (!!!), cafés, feirinhas de artesanato – uma graçinha! A municipalidade e a igreja ficam no centro da cidade e, ostentam os pontos mais altos da mesma: A torre Bauer (símbolo da cidade, construida em 1905 pelo então prefeito, em homenagem à sua ancestralidade alemã, é toda de madeira!) e a torre da igreja. A cidade também é toda decorada com motivos rúnicos e os moradores têm muito orgulho de seu sítio arqueológico, com construções maias e muita pintura ruprestre – mas isso vai ficar para um próximo passeio, se Deus quiser, no verão!

Vicuña também é conhecida como Capital de las Estrellas, por seu céu sempre limpo de poluição e poucas chuvas, facilitando o avistamento dos corpos celestes. São 12 observatórios só no vale, com programação extensa, 356 dias ao ano, para todos os gostos, objetivos e bolsos – a chamada Ruta de las Estrellas .

Escolhemos o Observatório Turistico Mamalluca, o mais perto da cidade e com melhor custo x benefício.

IMG_7885

IMG_7901 IMG_7902 IMG_7906

Tivemos uma aula básica de astronomia, um vídeo sobre a formação das galáxias e finalmente, a observação de estrelas. Super legal, os visitantes são divididos em grupos e, cada grupinho vai para um mega-power telescópio. Como escolhemo uma noite de lua cheia, não rolou de vermos a via láctea, distintos planetas ou constelações, ma vimos a Lua, beeem de pertinho, linda de viver, com suas crateras e brilho maravilhoso. Experiência incrível. Ficamos cerca de 2h nos telescópios, depois assistimos a uma apresentação de um grupo musical e, as 22h, rumamos para La Serena, capital da IV região do Chile.

Tiramos o dia de sábado para explorar La Serena e sua cidade gêmea, Coquimbo (aliás, e quase impossível dizer onde termina uma e começa a outra). Cidade praiana, linda, com cara de Califórnia (areia escura, marolas, muitos restaurantezinhos de sandubas, sucos e empanadas no calçadão da praia e restaurantes transados e vida noturna no outro lado). Seguimos pela Avenida Del Mar até de um ponto ao outro.

IMG_8021 IMG_7957 IMG_7918

Chegando em Coquimbo, temos a maior mesquita da América do Sul, um mercado central de botar inveja no de Santiago, a Cruz del III Milenio (uma basilica em formato de cruz, com 93m de altura, com zilhões de degraus e muitas esculturas lindas), o Forte de Coquimbo e el Faro del Torruga. O Forte, uma das minhas construções favoritas no Chile.

IMG_7915 IMG_7916 IMG_7949

O Fuerte Lambert, datado de 1865:

IMG_7923 IMG_7935 IMG_7926 IMG_7922 IMG_7930 IMG_7931

 

Saindo do forte, fomos de volta a Cidade, comer, fazer compras e se preparar para o tour do dia seguinte.

Resolvemos então, ir para o outro lado de La Serena, em direção ao Norte, visitamos o Farol de La Serena, alguns Parques (com feirinha de comidas e programação extensa e gratuita para o dia das crianças) e o Jardim Japonês. Depois demos uma volta pelo centro da cidade, conhecendo a arquitetura local, visitando  feira de artesanato e depois, voltamos a Coquimbo, para uma ultima visita ao Faro de la Tortuga.

 

IMG_7999 IMG_8052 IMG_8049 IMG_8046 IMG_8015  IMG_7990 IMG_8054 IMG_8061

Resumo da ópera, foi um fim de semana maravilhoso e, é um lugar para se passar no mínimo 4 dias inteiros. Dois no Valle e dois nas cidades irmãs, com tempo para visitar o Cassino de Coquimbo.

A LAN e a Sky tem voos diarios para lá, e o vôo dura entre 40 e 50minutos, ou seja, super tranquilos!

Então.. foi isso! Feliz aniversário para mim!!!

=D

Anúncios