No escurinho do cinema…

princess_and_the_frog_ver3Fomos assistir ontem “A Princesa e o Sapo”, nova animação dos Estúdios Disney.

Ciça se comportou como uma moçinha, apesar de ansiosíssima e não gostar nem um pouco de ficar nem na fila para entrar na sala ou na da bomboniére e choramingar que o filme já estava  terminando, antes mesmo de entrarmos na sala. Natural.

Sem querer entregar o filme para quem vai assisti-lo, a história é uma delícia, ambientada em Nova Orleans, com todos os aspectos peculiares que fazem daquela região, um meio de alegria, mistério e oculto: tem os pântanos, o jazz, o carnaval/mardi-grass, receitas culinárias  temperadíssimas, vudu. Tem de tudo.

As dublagens estão muito boas, as músicas idem, mas, pela primeira vez não consigo me lembrar nem vagamente de alguma melodia tocada no desenho, ao contrário de TODOS os Disney, até agora. Lembro que são muitas músicas, mas nenhuma delas é marcante. Talvez a da mãe-de-santo, seja a melhor, mas passa longe das antecessoras.

Enfim, não vou falar mais, porque não quero entregar nada.

Apenas recomendo, para meninas, meninos, mamães, tias…

Beijocas

Posters de "Sherlock Holmes"

Mal posso esperar =)

É impressão minha ou o Jude Law logo logo vai precisar de peruca?

Aliás, o trailer é maravilhoso, bem ao estilo Guy Ritchie, confira aqui!

😉

Noite de cinema

PHwnmFyxvlR0zE_mFomos assistir ontem, Inimigos Públicos (Public Enemies, 2009), dirigido por Michael Mann, estrelado por Johnny Depp e Christian Bale.

O filme conta a trajetória final do ‘Inimigo Público Nr. 1’ dos EUA na época da depressão, o assaltante de bancos John Dillinger e da caçada organizada pelo agente do recém criado FBI, Melvin Purvis, querendo mostrar serviço para J. Edgard Hoover.

Uma das coisas super interessantes do filme, é acompanhar o que viria a se tornar o FBI, como Hoover foi se popularizando em cima de suas ações para caçar os bandidos. Também é interessante notar, em plena recessão como a máfia, ou as organizações criminosas começam a se erguer (no caso, as casas de aposta), jogando os bandidos para escanteio.

Michael Mann, se tornou para mim, um especialista em conflitos humanos como primeiro plano em seus filmes. Foi assim em ‘Fogo Contra Fogo’ (as personagens de Al Pacino e De Niro), ‘Efeito Colateral’ (Jamie Foxx e Tom Cruise) e também agora, em que ele nos mostra que John Dillinger, sem dúvidas foi um sujeito inteligente, que pintou e bordou com um FBI, mas que também além de um astucioso ladrão de bancos,  ele é apenas um cara que quer viver sem limites, curtir com os amigos e ter uma bela garota (interpretada por Marion Cotillard, de Piaf).

Johnny Depp, de cara lavada (e cá para nós, como ele é lindo),  não utiliza de maneirismos para compor a personagem, pelo contrário, seu olhar e o meio-sorriso mostram Dillinger ao mesmo tempo obcecado e sensível, como quando é rápido e cirúrgico num assalto a banco, mas sem levar um centavo dos clientes ou quando chora de desespero ao ver sua amadar sendo presa.

Vários rostos famosos aparecem durante o filme, mas não tem como esquecer o meio-sorriso de Depp. Christian Bale (Ag. Purvis) e um gorducho Billy Cudrup (Hoover) se destacam, ao lado de Marion Cotillard, claro.

Enfim, é um filme violento, mas muito bom, recomendo!

😉

Cóf…

Nossa, o final de semana veio, já foi embora, hoje é quarta terça e só agora resolvi colocar algo aqui…

O “Rirrrmão” da Ciça chegou de Fortaleza semana passada, e ela está amando a novidade. Já contou na escola, está grudada no menino, quer brincar de tudo com ele, fazer refeições e até ir ao banheiro ou sair do carrinho, no carro. Tudo é o Lucas. rs Ainda bem que ele também está adorando ter uma irmãzinha!

Final de semana cheio de atividades, fomos assistir “A Era do Gelo 3” e a Ciça simplesmente amou o Cinema! Lógico que houve todo um preparo antes, desce cedo dizendo que íamos ao cinema, ver uma televisão bem grande, que era escurinho, que era assim e assado. E, também sempre mostrando a ela todos os personagens do filme, para que ela fosse se aclimatando. Como Amore e Lucas queriam assistir em 3D, eu achei melhor ficar numa outra sessão normal com ela, para evitar maiores sustos e transtornos. Comprei um kit cinema para ela, com pipoca, refrigerante + doce, peguei um extensor de assento para a cadeira dela e o resto…

E ela ADOROU. Saiu da sala de projeção encantada com os personagens, quando passamos em frente a lanchonete dos arcos dourados ela viu os brindes do lanche feliz e agora está num grude só com o Manny.

Depois, aproveitamos que no shopping onde estávamos estava tendo uma festinha julina, e encontramos alguns coleguinhas da creche para terminar a tarde, foi delicioso! Há tempos eu não ria e me divertia tanto.

O domingo chuvoso e frio foi em casa, apenas saímos à noitinha para levar as crianças ao teatrinho, onde assistimos ‘A Bela e a Fera’, numa produção simplinha, mas muito fofa e que a Ciça adorou.

Voltei a trabalhar, as coisas estão andando, mas não um pouco paradas para o meu gosto.

Ontem, fiz uma sopinha de abóbora com carne seca, deliciosa, depois coloco a receita!

É isso, por enquanto! Se der, à noito coloco uma fotinho da Ciça no cinema!

Good day!

Opção para o dia das mães

 

10 Filmes para se assistir com a mamãe (ou com você 😉

Mamma Mia – ok, a história de uma mãe que tem que encarar os três possíveis pais de sua filha, na véspera do casamento desta não parece ser um filme tradicional mãe-e-filha, mas as músicas do Abba mudam toda a história! Meryl Streep, Pierce Brosnan reinam!

 

2-terms-of-endearment-1983_imagelargeLaços de ternura – Há! Você acha que já passou por tudo com a sua mãe, né? Cadê o Kleenex? Pegue correndo para chorar com esta história que gira em torno de uma viúva, sua paixão, um astronauta aposentado e a sua filha rebelde que contrai uma doença sem cura. Jack Nicholson, Shirley McClaine e Debra Winger.

Casamento Grego – Ok, quase todo mundo já passou por algum constrangimento ao apresentar o namorado para a família. Imagina então se a família for Grega-barulhenta e você já estivesse passando um pouco dos trinta? Nia Vardalos e John Corbett fofíssimos. Digo uma coisa, se eu fosse ele, o filme teria 30 minutos no máximo!

Little Miss Sunshine – Tá, a mãe aqui não é o maior destaque do filme, mas, dá para se imaginar no meio desta família um tanto quanto, huh, diferente?

the_others_2001Os outros – Nicole Kidman é uma mãe de duas crianças que sofrem de uma estranha doença que não os deixa perto da luz do dia, sozinha em sua casa à espera do marido que supostamente retornar da Guerra. Sinistro. Muito sinistro.

 

 

Tudo em família – Quando um filho chega em casa nos feriados de final de ano para dar a sua namorada o anel que foi de sua avó, propondo casamento, a mãe aqui surta, se nega a dar o anel, causando uma bela de uma confusão, que no final, acaba bem, claro. Diane Keaton, Sarah Jessica Parker.

Jogue a mamãe do trem – esta é velha… não sei se seria aplicável à alguma mãe que eu conheça… bem, sogras são mães, né?

A primeira noite de um homem – Hm, Mrs Robsinon prova que as mamães de 40 estão com tudo!

Aos 13 – O mundo equilibrado de uma mãe vai por água abaixo quando sua filha de 13 anos fica amiga da garota mais popular da escola, envolvendo sexo, drogas, e quase tudo que queremos ensinar para nossas filhas. 

up-finding_neverland_2_lgÀ procura da Terra do Nunca – aqui, uma viúva, mãe de quatro filhos amigos do excêntrico escritor J.M.Barrie, que se inspiraria em um de seus filhos para escrever Peter Pan. Tem Johnny Depp e Kate Winslet. Ah, também tem o fofinho Freddie Highmore.

Não importa o estilo de sua mamãe, ou mesmo o seu, o que importa mesmo é curtir bastante o nosso dia!

A lista original e mais completa está no site da Entertainment Weekly