Randômicas

– Mamãe, me ensina a fazer bolabarismo?

Ciça, quer assistir o DVD da Bela e a Fera em inglês? (Só tenho o Zona 1).
– No, thank you, mommy. (como assim???)

Após muita negociação, acabamos dando para a Ciça um hamster, o Rino (em homenagem ao desenho do Bolt, Supercão). Gaiolinha, rodinha, casinha e bichinho em casa, começou o estresse… Primeiro, a Ciça me mostrou o seu lado Felícia. É um tal de abraçar, pegar e aprertar o hamster que fico até com medo. Ele, lógico, está apavorado. Logo no primeiro dia, eu estava tomando banho quando escutei uns guinchados agudos e pensei na mesma hora: Ciça tá esganando o bichinho. Menos, menos. Ela estava com as mãos do lado de fora da gaiola com as mãozinhas na grade, mas nem de longe ameaçando a segurança do Rino – e o bicho gritando à beira da histeria… depois descobrimos tardiamente que ele é notívago. É só a gente apagar as luzes que ele começa a brincar, roer, correr na rodinha. Leeendo. Agora ele começou a morder. Me morder, claro. Eu não deixo a Ciça  ficar sozinha com ele. Ou seja, a escolha não foi das melhores, infelizmente. Seria o caso de trocar o bichinho por um outro mais dócil? Ou é assim mesmo, a fase de adaptação dura mais que uma semana?

Ainda sobre a festa de aniversário:
– Mamãe, eu mudei de idéia, a minha festa de aniversário vai ser da Princesa e o Sapo, eu vou me fantasiar de Tia Ana.
– Tiana? O nome dela é Tiana, não é?
– Isso,  Tia Ana!
– Tá bom, mas, Ciça, ela é mulata, tem a pele marrozinha e você tem a pele branquinha, como a gente vai fazer?
– Ah, não sei… vou me pintar!
– Mas Ciça, imagina o trabalhão… pintar você toda de marrozinha e você vai ter que ficar igual a uma estátua, paradinha porque não poderá abraçar, beijar ninguém e também não pode se encostar em nada!
– (Pensativa) É mesmo. Eu posso só usar o vestido da Tia Ana, então?
– Pode, claro. Mas e o sapo? Vai ter sapo na festa?
– Já sei!!! Vou me fantasiar de sapa, ebaaaaaaaaaaaaa!!!!
– Ciça, e as pessoas que têm medo de sapo? Como ficam?
– Ah, eu aviso que o sapo é bonzinho, não vai morder ninguém! (Silêncio, eu com cara de E AGORA???) Mããããããeeeeeee, tive uma idéia!!!
– (GELEI) Qual?
– Vamos fazer a minha festa de Cinderela na Casa do Sapo*, assim não precisa ter um sapo de verdade na festa!!!
– Tá, vamos ver.

Bon weekend, pessoas!

* Mr. Frog, um buffet infantil perto da minha casa

Anúncios

The Muppets e perolinhas avulsas

A série animada ‘The Muppets’ fez parte da minha infância. Adorava assistir aos episódios que passavam na Globo, aos sábados, me divertia muuito com Caco, o sapo, Miss Piggy, Animal, Gonzo, Elmo e Cia.

Volta e meia aparecem uns vídeos dos bonecos de Jim Hanson aprontando alguma, e ontem a queridona Lu Naomi mandou este aqui via Twitter. Não deu para não morrer de rir e colocar aqui, claro:

*          *          *

Perolinhas avulsas:

– Mamãe, quando eu era pequena eu não falava Backyardigans, né? Eu falava Biligâligans, que engraçado!!!

– Mamãe, eu sou uma abelhinha, estou fazendo mel de lupalipto! (Eucalipt0)

–  Olha só essa Moon Sand que tem moldes para fazer elefantes que linda, eu vou dar mais uma pepêta para o Papai Noel!

– Ai, que graçinha esse vestidinho vermelho, vamos levar?

– Mãe, esse biquini amarelo me deixa pálida.

– Papai, você sabe o que é pernilongo? É mosquito!

Indo para casa ontem tarde da noite após a festinha de aniversário da Gabi, resolvemos dar uma esticada até o retorno seguinte para ver se ela dormia.
– Nossa casa não é longe, não é? É tão perto!
– Onde estamos indo?
– Olha o sinal vermelho, é para parar, viu?

– Mamãe, eu almoçei arroz, feijão, carninha, verdinho, cenourinha – rasguei o prato!

– Que sol quente, de raspar a cuca!

E é muito dificil não apertar as bochechas mais rosinhas que conheço…

Passarinho é passarinho…

Chegando para buscá-la na escola, ela percebe que um passarinho fez cocô na janela do carro, exatamente na sua porta.
– Mãe, o que é isso?
– Um passarinho fez cocô na janela do carro da mamãe?
– Urgh, que nojo!!!
– É, né? Que passarinho porco!
– Mãe, você errou… Passarinho é passarinho, porco é porco!
– Como assim, Ciça? (já rindo)
– (com a carinha mais paciente da face da terra) Passarinho é passarinho, tem bico, voa, faz piu-piu, porco não tem pena e faz ‘óinc, óinc’.
– Ah, tá certo Ciça. Mas me diz uma coisa, como é que a gente chama aquela pessoa que não gosta de tomar banho, lavar a cabeça e está sempre sujo?
– Nojentinho.

Então tá, deixa quieto.